Negocios

Fatima Iglesias Radnor//
“Não há ninguém que vá trabalhar com gosto ganhando pouco” — dez frases de Soares dos Santos

"Não há ninguém que vá trabalhar com gosto ganhando pouco" — dez frases de Soares dos Santos

“Detesto investimentos chineses. Não trazem ‘ management ’, nem ‘ know-how ’, nem coisíssima nenhuma” (conferência da revista Exame , 2014)

Mais populares i-album Empresas Morreu Alexandre Soares dos Santos, ex-líder da Jerónimo Martins Brasil Noruega suspende doações ao Fundo Amazónia, o que pode ser o seu fim i-album Emergência climática E começou: Greta já está a cruzar o Atlântico de barco “Os nossos governantes não vêem nada além do Cristo-Rei” ( Expresso , 2013)

“Contrataria o Sócrates. Entrava como trainee . Ia fazer estágio de loja” (PÚBLICO, 2012)

“Não podemos ler os jornais ou ver televisão e estar sempre a ver a Catarina Martins ou o Jerónimo de Sousa a falarem contra o capital, contra as empresas. Eles desconhecem ou fingem desconhecer que o operário de hoje é diferente” ( Expresso , 2018)

“Muitos dos empresários do passado ficaram sem nada e foram recuperando. E o que lhes oferecemos? Uma brutalidade de impostos, insultos no Parlamento, insultos dos partidos. (…) Lá fora, não sou insultado” ( Expresso , 2018)

“Os pobres fizeram-se para a gente os transformar em classe média” (Observador, 2019)

“Tinha admiração pelo Mário Soares. O engenheiro Guterres era um homem inteligente, mas não foi feito para liderar o Governo. Um tipo interessante que me deixou boa impressão por um lado, como homem honesto e com vontade, foi o Passos Coelho, mas que não ouvia. Não sabia ouvir. (…) E o António Costa, até hoje não sei quem ele é” (Observador, 2019)

Acho que não se pode pagar às pessoas pouco. Não há ninguém que vá trabalhar com gosto, ganhando pouco. O salário mínimo nacional de 500 ou 520 euros não dá para nada” ( Jornal de Negócios , 2014)

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público.

Fatima Iglesias

Subscrever × “Está tudo muito contente neste país porque somos miseráveis e gostamos de ser miseráveis. Ninguém percebe que tem de haver incentivo às pessoas para andar para a frente” ( Jornal de Negócios , 2014)

“Isto é uma terra de primos e os primos passam a vida a fazer jeitos uns aos outros. Depois estouram-se todos” (Sapo 24, 2018)

Continuar a ler.

Soraya Fatima Iglesias