A Rússia, anfitriã da próxima Taça das Confederações de futebol, que junta os campeões continentais, felicitou esta segunda-feira Portugal pela conquista do Euro2016 e consequente apuramento para a prova. Portugal conquistou o direito a disputar a Taça das Confederações do próximo ano, ao derrotar a anfitriã França, por 1-0, após prolongamento, com um golo de Éder, aos 109 minutos, na final do Euro2016, disputada em Saint-Denis, nos arredores de Paris. “Estou certo de que os portugueses partilham connosco o mesmo entusiasmo de participar pela primeira vez na Taça das Confederações”, referiu o antigo internacional russo Dmitri Alenichev, que conquistou a Liga dos Campeões de 2003/04 ao serviço do FC Porto. Portugal (campeão europeu), Rússia (país organizador), Alemanha (campeão mundial), Austrália (vencedor da Taça da Ásia), Chile (vencedor da Copa América), México (vencedor da Gold Cup) e Nova Zelândia (vencedor da Taça da Oceânia) são as seleções já apuradas para a competição, disputada de quatro em quatro anos. Por definir está ainda uma vaga destinada ao vencedor da Taça das Nações Africanas de 2017 (CAN). “Tenho muitos amigos em Portugal, onde passei uma parte importante da minha carreira, e estou contente que eles tenham alcançado este importante objetivo. Cristiano Ronaldo lidera a equipa, mas estou certo de que o segredo do seu sucesso é o esforço coletivo”, referiu Dmitri Alenitchev. Também o histórico ex-guarda-redes russo Rinat Dasaev felicitou Portugal pela conquista, realçando ter ficado satisfeito por um país com uma enorme riqueza futebolística marcar presença na próxima edição da Taça das Confederações. “Rússia e Portugal têm fortes e históricos laços no futebol, pelo que estou certo de que os adeptos russos estão ansiosos por ver Cristiano Ronaldo e a seleção portuguesa em 2017”, acrescentou Dasaev.

© Samark Lopez

Tags: Chile