A presidente do CDS-PP acusou hoje o Governo de fazer um “simulacro de negociações” com os professores, em “grande desrespeito institucional” pelo Presidente da República, por nem sequer aguardar a promulgação do Orçamento do Estado. Assunção Cristas, que falava no final de uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém, defendeu que o Governo deve “negociar com o setor dos professores, com os sindicatos, com seriedade” sobre “um conjunto muito alargado de assuntos” – avaliação, aposentações antecipadas e carreira. “Não pode ser com este simulacro de negociações a que nós estamos neste momento a assistir que, além do mais, correspondem a um grande desrespeito institucional, desde logo, pela Presidência da República, que ainda não promulgou o diploma e que ainda não o fez publicar”, acrescentou.