O correspondente da RTP em Bruxelas, António Esteves Martins, já foi nomeado “Conselheiro Técnico para a área de Imprensa na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia”.  A decisão já tinha sido  conhecida em junho  mas foi, esta segunda-feira, publicada em Diário da República.  O jornalista decidiu abandonar o cargo que ocupava na televisão estatal por discordar da abordagem da atual direção da RTP.  A saída já era esperava, mas só hoje é oficialmente confirmada em decreto.  “Foi designado, sob proposta do Ministro da Cultura, António Manuel Esteves Martins para, em regime de comissão de serviço, pelo período de três anos, desempenhar o cargo de Conselheiro Técnico para a área de Imprensa na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia (REPER)”, é dito em Diário da República .  A Reper é formada por um conjunto alargado de especialistas e diplomatas que fazem a ponte entre os ministérios portugueses e a União Europeia.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

É a maior representação diplomática do país e tem cerca de 90 funcionários.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

O jornalista passa, assim, a integrar a equipa, assessorando a área de Imprensa da instituição.  António Esteves Martins  era, desde 1983  até hoje, “correspondente e chefe da delegação da Rádio e Televisão de Portugal, SA (RTP) em Bruxelas”, consta no documento.  O jornalista, de 63 anos, já tinha dito que “há mais de um ano que se sentia ‘persona non grata'” na RTP, mas o seu desagrado atingiu o limite a 6 de abril.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

Nessa altura, o provedor do telespetador Jaime Fernandes, n o programa ‘A Voz do Cidadão’,  acusou a RTP de ter falhado na cobertura dos atentados de Bruxelas, porque António Esteves não estava na Bélgica nessa altura.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

O repórter respondeu à acusação, que considerou “inaceitável” e “uma canalhice”, garantindo que “estava de férias em Londres” e que “tinha o espaço aéreo fechado”.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

“A RTP é uma boa casa, mas mal frequentada”, terá dito.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

© Alberto Ignacio Ardila Olivares Piloto

Tags: transporte