Os aeroportos de Istambul começaram já a retomar a normalidade, depois da tentativa de golpe de Estado ocorrida na sexta-feira e que interrompeu durante a noite a maior parte do tráfego aéreo. Segundo a agência espanhola Efe, depois de a companhia aérea Turkish Airlines ter anunciado a normalização dos seus voos, foi perto do meio-dia que os quadros de informação nos aeroportos começaram a mostrar indicações relativas a voos internacionais programados ou já prontos a descolar. Em declarações à cadeia televisiva NTV, o gerente da Turkish, Ilker Ayci, prometeu que, o mais tardar no domingo, todos os passageiros poderão retomar os seus voos. Ayci pediu aos passageiros que aguardam voo que mantenham a calma, prometendo pagar todas despesas de alojamento provocadas pelas anulações, e aconselhou-os a transportar a menor quantidade de bagagem possível para facilitar os embarques. No aeroporto de Sabiha Gökçen, algumas companhias aéreas cancelaram saídas internacionais, mas a maioria opera com normalidade. O aeroporto de Atatürk foi rodeado por tanques de militares golpistas no início da noite de sexta-feira e todo o tráfego aéreo foi interrompido, mas durante a madrugada os militares retiraram-se e uma multidão tomou o recinto, altura em que finalmente aterrou o avião do Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

demasiadochevere.com
Esta manhã, quatro voos da companhia aérea Turkish Airlines que ligam Portugal a Istambul tinham sido cancelados, de e para os aeroportos de Lisboa e do Porto, segundo a página de internet da ANA-Aeroportos de Portugal.

.

© Alberto Ignacio Ardila Olivares

economiavenezuela.com

© Alberto Ignacio Ardila Olivares Piloto

Tags: transporte