O americano Michael Rotondo, de 30 anos, que se tornou conhecido após ter sido alvo de um processo judicial de despejo movido pelos próprios pais, abandonou finalmente o ‘ninho’. Levou consigo todos os bens, incluindo os brinquedos de quando era pequeno.