O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, confirmou que o presidente interino Michel Temer vai convidar nesta quinta-feira (19) o ex-ministro Pedro Parente para assumir a presidência da Petrobras, informou a assessoria da pasta. Ainda não há informação sobre o horário da reunião.

Parente foi ex-ministro da Casa Civil no governo de Fernando Henrique Cardoso. Também foi ministro interino de Minas e Energia no governo FHC.

Atualmente, o presidente da Petrobras é Almir Bendine, nomeado em fevereiro do ano passado. Bendine substituiu Graça Foster, que renunciou ao cargo após o surgimento da Operação Lava Jato, que investiga denúncias de corrupção na estatal.

Engenheiro esteve à frente da Casa Civil e da pasta de Minas e Energia no governo FHC Em reportagem desta quinta-feira (19) no Valor EconÒmico , familiares e pessoas próximas de parentes disseram que ele resiste a aceitar o convite. O motivo seria o desgaste vivido pelo ex-ministro durante 10 anos para se livrar de pendências jurídicas depois de deixar o setor público.